Dúvidas de Marketing Digital

Você tem dúvida de Marketing Digital? Eu, Patricia Canarim e o Paulo Canarim estamos nos disponibilizando a tirar dúvidas sobre Marketing Digital e Gestão Empresarial.

Você pode enviar suas dúvidas aqui no site, pelo Facebook do Nautilos, pelo canal do Youtube do Nautilos, pelo e-mail: [email protected] ou pelo meu Skype: pcanarim

Envie sua mensagem para nós que teremos o prazer de ajudar você.


Patricia Canarim, jornalista e consultora de Marketing Digital com especialização em Informação Estratégica pela UFMG e Certificação Google: Qualificação Individual em Publicidade de Pesquisa, Publicidade Gráfica. Coordenadora de Conteúdo do Nautilos Marketing Digital.

Frequência de E-mail marketing

A frequência de e-mail marketing pode variar conforme quantidade de lista de segmentação, tamanho da base, e produtos e serviços oferecidos.

Fazer campanhas de e-mail marketing é uma das etapas de uma estratégia de captação de leads, para você manter sua base e ampliá-la. Lembre-se que se você faz envios de e-mail marketing que se tornam pouco interessante a clientes, é natural que você tenha uma taxa de desistência alta. Por isso a importância da segmentação, desta forma, você oferece ao seu cliente produtos ou serviços do interesse dele.  O mais comum é ter listas segmentadas de clientes, por interesse em produtos ou serviços ou por região geográfica.

Se você não tem muitos produtos ou serviços para oferecer a seu cliente, então, não envie muitas mensagens, pois você se tornará repetitivo. Faça uma campanha informativa, esclarecendo possíveis dúvidas sobre seu negócio ou com conteúdo relevante de seu segmento.

O e-mail marketing deve ser objetivo e com links claros de direcionamento para as páginas que você menciona na sua mensagem. Facilite o entendimento e seja atraente para que ele possa ir do e-mail para seu site. Capture a atenção do cliente!

 

Patricia Canarim, jornalista e consultora de Marketing Digital com especialização em Informação Estratégica pela UFMG e Certificação Google: Qualificação Individual em Publicidade de Pesquisa, Publicidade Gráfica. Coordenadora de Conteúdo do Nautilos Marketing Digital.

Não Curtir no Facebook

O Facebook anunciou o desenvolvimento do botão não-curtir e de outras opções. Mas, o projeto ainda em desenvolvimento não é simplesmente permitir que as pessoas digam que não curtiram uma postagem e essa preocupação é para evitar os já famosos desentendimentos entre usuários.

A ideia é permitir que alguém ao postar uma informação negativa, triste, dê aos amigos a possibilidade de indicar o conhecimento, de estar ciente do ocorrido através do botão não-curtir. Pois é comum, alguns pessoas evitam “curtir” uma postagem que faz referência a falecimento, perdas de emprego, acidentes e outros.

Enquanto não vem o botão “Não curtir”, você que é um gestor web deve trabalhar o relacionamento com seu público no Facebook. Valorize a conversa, divulgue sua marca através de campanhas segmentadas, conheça seu público-alvo bem para oferecer produtos e serviços no momento adequado.

Lembre-se que seu cliente, que está num ambiente social com a intenção de compartilhar informações com amigos e familiares, não está exatamente em busca de produtos ou serviços.

Por isso, seja educado, discreto ao oferecer seu produto, tente conquistar seu cliente com informações relevantes para ser lembrado por ele no momento em que decidir comprar algo.

Valorize sua marca num ambiente social!

Patricia Canarim, jornalista e consultora de Marketing Digital com especialização em Informação Estratégica pela UFMG e Certificação Google: Qualificação Individual em Publicidade de Pesquisa, Publicidade Gráfica. Coordenadora de Conteúdo do Nautilos Marketing Digital.

O que é Presença Digital

Presença Digital está além do seu site, é somente o primeiro passo de uma jornada. O cliente tem características de conduta que se afinam com sites que são verdadeiros locais de convivência. Os mais conhecidos e quase obrigatórios são o Twitter, YouTube, Blogs, Orkut e Facebook. Essas redes são amplamente utilizadas pelas grande marcas.

Presença Digital é ter comprometimento com o cliente a partir de um bom conhecimento de hábitos e costumes de compras, diversão e navegação na web. É estar em contato em diversas plataformas e interagir de forma natural buscando um relacionamento amigável e estar apto para receber as informações por ele transmitida para em sequência melhorar ainda mais o atendimento e processos da empresa.

As Redes Sociais estão entre as principais ferramentas para uma presença digital efetiva e continuada. As muitas redes existentes hoje possuem finalidades cada vez mais verticais, são redes sociais dentro de redes sociais. Devemos lembra que o Brasil é pais com grande adesão as redes sociais.

Presença Digital é ter máxima atenção as ferramentas de socialização que o usuário pode se interessar e criar uma ação de interação. Um exemplo é o software gratuito AroundMe do iPhone. O usuário pode estar, por exemplo, na Avenida Paulista e querer saber onde tem uma agência do Banco do Brasil. Ao abrir o software e selecionar “Bank” o programa localiza sua posição via GPS e apresenta as agências mais próximas a ele em um raio de até 10km. Ao selecionar a mais próxima, o sistema indica quanto metros ou quilômetros está de cada um dos pontos. Ao clicar em Maps terá o caminho a ser percorrido até a agência desejada.

A verdade é que o brasileiro gosta de compartilhar o que considera interessante. Seja festas, passeios, churrascos de final de semana, conversa de bar e outras indicações. E esse costume pode gerar a oportunidade para uma empresa ter sua marca divulgada de forma positiva. Imagine nas fotos de comemoração de um grupo de amigos apareça determinada marca de refrigerante ou cerveja. Você deve se perguntar, o que há demais nisso? Há que a marca está relacionada a um momento de descontração e transmitindo uma imagem positiva, afinal o ambiente deve ser de alegria. Então, o autor das fotos publica estas fotos no Orkut ou no Flickr e envia mensagem para seu grupo de amigos compartilhando o momento e também a marca da empresa. Percebeu?

A empresa em questão pode tirar proveito desta situação. Como aproveitar para criar um ambiente digital para divulgar eventos sem custos para o usuário, ou ainda, ter retorno quanto ao uso de sua marca, se positiva ou negativa, afinal incidentes acontecem. E se a foto em questão relacionasse a marca a um momento negativo, um acidente por exemplo. Esta situação exemplifica como a Presença Digital é independente da ação de uma empresa. O mesmo se aplica as outras redes sociais como no YouTube e Vimeo. São inúmeras plataformas onde sua marca pode estar sujeita a citações positivas ou negativas.

Lembre-se: quando o usuário gosta de algo, compartilha. Há diversas ferramentas para o compartilhamento de informações como o Digg, Delicius, Twitter, Slideshare e outras. Enfim, há uma infinidade de softwares, programas e ferramentas para que os usuários possam usar, não há necessidade das marcas estarem em todas. Há necessidade de entender onde o seu consumidor está, em como interagir com ele e de que forma. E para começar uma Presença Digital é entender a importância dos buscadores.

Preparado para uma Presença Digital, além de um endereço de url?


Patricia Canarim, jornalista e consultora de Marketing Digital com especialização em Informação Estratégica pela UFMG e Certificação Google: Qualificação Individual em Publicidade de Pesquisa, Publicidade Gráfica. Coordenadora de Conteúdo do Nautilos Marketing Digital.

Creative Commons

Você conhece o Creative Commons? É uma licença para compartilhamento de conteúdo na web, sem permissão, sem intermediários. Essa licença presente em mais de 40 países e no Brasil é regulamentada pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro.

E foi criada respeitando a legislação atual, portanto, o uso da licença Creative Commons não desrespeita o direito autoral, a lei, você não desrespeita a obra de um escritor, por exemplo.

Creative_CommonsVocê pode colocar a sua obrar em licença Creative Commons e isso significa que ao entrar num  site e ver o símbolo do Creative Commons a pessoa pode compartilhar esse conteúdo. E a licença tem diversos níveis, que é o compartilhamento com crédito e link ao conteúdo original até a permissão de remixagem e comercialização. Você precisa conhecer essas variações e respeitar isso ao compartilhar.

Se o site não tem esse símbolo não copiei o conteúdo desse site, respeito o direito autoral. Você pode, e deve, entrar em contato com os responsáveis pelo site e pedir permissão para a cópia, compartilhamento, e somente com a permissão em mãos você pode publicar o conteúdo em seu site, e faça isso dando crédito ao autor e link para o conteúdo original.

Na web respeite o conteúdo alheio e observe se sites tem o selo Creative Commons, muitas discussões na web seriam evitadas com essa atitude.

 


Patricia Canarim, jornalista e consultora de Marketing Digital com especialização em Informação Estratégica pela UFMG e Certificação Google: Qualificação Individual em Publicidade de Pesquisa, Publicidade Gráfica. Coordenadora de Conteúdo do Nautilos Marketing Digital.

WhatsApp
>