Livro: Por que ela pode

O livro Por que ela pode, apresenta o dia-a-dia do mercado editorial. Confesso que me interessei justamente por isso, nunca havia lido nada a respeito.

A personagem Claira Truman leva uma vida rotineira: não consegue lançar um escritor que realmente desponte e a vida pessoal também não é nada estimulante. E simplesmente tudo muda da noite para o dia. Troca de emprego, vai para uma editora super reconhecida ser asssitente da pessoa mais conceituada e polêmica do setor e arranja um partidão!

É uma história, lá ao estilo “Sessão da Tarde”. Tal fato me fez ler em poucas noites antes de dormir, leve e fácil. Explico este meu gosto: são ótimos para distrair, e não demandam tanta atenção. Tanto os livros, quantos os filmes, podem ser curtidos num dia de extremo cansaço, por exemplo. E como gosto de ler, leio-os.

Outro detalhe que chama atenção no “Por que ela pode”, é o fato de parecer simplesmente uma repaginação do “O diabo veste prada”, mas já não posso falar muito, apenas vi o filme e não li o livro. E não vou comparar filme e livros, por serem plataformas distintas com características próprias.

Voltando ao livro. Apesar de dar uma apresentação de como é esse mercado tão pouco divulgado – os bastidores – o faz de forma caricata. Tem a mocinha que namora um verdadeiro príncipe encantado, este por sua vez sofre um controle maternal, a megera que mal-trata a todos em sua volta, o funcionário submisso e assim vai.

Sempre temos muita informação do lado glamouroso: lançamentos de livros, Feiras Literárias, Bienais. E como é o processo até chegar a este ponto, como é o trabalho de escritores, editores, designers, e todos os colaboradores? E a relação editor x escritor? Com certeza uma relação delicada, não é fácil cortar um texto e principalmente, ter o próprio texto avaliado por outro. Gostaria de conhecer esse mercado.

Por que ela pode | Autora: Bridie Clark | Editora: Record | 2007

conheça outras categorias

Twitter, conta a história
Com mais de 10 anos de vida e meio milhão de usuários, o Twitter conta a história do mundo. –[...]
O que escrever?
Estava em casa e pensava em como começou esse processo de viver navegando na internet; há um ano só entrava[...]
Conto: Um Panamá no Rio
Ainda há sol, ando em sua direção com meu chapéu panamá e óculos escuros. Faço sucesso, percebo os olhares das[...]
O Y da questão
Há uma nova geração no mercado de trabalho, a famosa geração Y, que cresceu já em ambientes digitais, aprendeu cedo[...]
Conto: Cores
Conto: Cores Vermelha iluminada - Mãe cheguei! - grita Renato. Caminha em direção ao corredor, passa pelo seu quarto, joga[...]
Creative Commons
Você conhece o Creative Commons? É uma licença para compartilhamento de conteúdo na web, sem permissão, sem intermediários. Essa licença[...]
Você conhece o Periscope?
Periscope, uma aplicativo para transmissão ao vivo. Você pode baixar o Periscope aqui. E o melhor do Periscope é que ele[...]
Conto: Uma prosa no parque
- É uma delícia ver as crianças brincarem. Adoro parquinhos. - fala Sandra ao se aproximar de uma das mães.[...]
Conto: Um Panamá em Londres
Chapéu Panamá, objeto particular e de valor emocional de uma artista que viaja o mundo apresentando seu trabalho. O chapéu[...]
WhatsApp
>