Uma prosa em São Gonçalo de Bação

O distrito de São Gonçalo do Bação pertence a cidade de Itabirito. Com uma população diminuta, não há como esperar muita atividade no lugar. O sedutor da cidade é justamente ficar à toa, a ponto de perder a noção de tempo. Este é um dos poucos link sobre a cidade que encontrei no Google. Pertence ao site GuiaBH. E por quê está busca?

Eu, carioca, nunca tinha ouvido falar. Se tem uma coisa que eu gosto é de “pegar a estrada”. Sexta, fim de tarde, e pelo gtalk meu irmão, me convida: Vamos a uma cidade pequena, aqui perto, amanhã. Cerca de 1 hora daqui. Está afim?” Claro! Outros compromissos e necessidade de estudar e trabalhar no sábado, foram desconsiderados. Não me levem a mal, mas não há nada melhor para espairecer que sair da cidade. E sábado de manhã, lá fomos nós: eu, Paulo e Patricia (minha cunhada) para São Gonçalo do Bação.

A ida até lá super tranquila e deliciosa “aventura” por uma pequena estrada de terra. Chegamos! Bom, pelo menos vimos a igreja que era nossa referência. Por volta das 10:30 e quase ninguém na rua, apenas um bar, já cheio de homens iniciando os trabalhos. Fomos nós a caminhar pela cidade. Primeira sensação? Não há nada mesmo para fazer! Então caminhamos e fotografamos. A igreja data de 1924, consideramos uma igreja nova, para as tradicionais igrejas no interior de Minas da época de Anchieta.

No caminho paramos para perguntar onde iria aquela estrada de terra. O senhor que nos atendeu, como muita simpatia, nos informa que vai até aquela igreja lá – esta sim bem antiga, data de 1740 – e onde também tem o cemitério da cidade. O Nicodemos é um senhor mineiro que vive em São Gonçalo do Bação, mas passa a semana viajando pelo Brasil a trabalho. Sua família mora na cidade, não abrem mão de morar na paz do interior, longe ainda da vida agitada da cidade grande. Com sua simplicidade nos convida a entrar na sua propriedade. Apesar do enorme espaço aproveita para o lazer, campo de futebol, churrasqueira, e muito espaço para os netos fazerem a farra!

Mas, papo vai, papo vem. E descobrimos uma nova e verdadeira São Gonçalo do Bação: tranquila, festeira, esportiva, bela e futuramente, mais um centro atrativo para os turistas que buscam natureza e esporte. No meio da conversa surge um casal, Mauro e Marilene, que estão angariando contribuições para o Festival de Inverno que acontecerá no próximo fim de semana. Adoro ver como a arte é capaz de motivar pessoas apesar da falta de apoio. Eles organizam há 12 anos eventos culturais na cidade. Infelizmente, o que não saiu a tempo do Festival foi a aprovação do Projeto pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itabirito, que este ano foi aberto o edital em junho e não há tempo para a aprovação do projeto antes do festival, mas a prefeitura apoia de outras formas.

Aconselhamos a criar um blog e utilizá-lo para divulgação. E foi assim que surgiu esse texto. Para contar como que o XII Festival de Inverno tem um blog. Este evento e outros são organizados pelo Grupo de Teatro de São Gonçalo do Bação tendo a frente Mauro e Marilene. Visite o blog Grupo de Teatro de São Gonçalo do Bação, confira a programação.

Ah! Encerramos a visita a cidade no almoço no restaurante Panelão. Atendimento cordial, comida mineira, como sempre muito boa e cerveja geladíssima.

WhatsApp
>