Leitura: desafio para uns e ilusão para outros

Motivada pela Campanha Desafio 50 livros em 2009 (saiba mais no blog da Nélida Capela, Lector in Fabula fui pesquisar sobre o hábito de leitura no país. Sabemos que ler 50 livros em 1 ano mais que um desafio para poucos(eu não consigo), é uma total ilusão para a maioria dos brasileiros.

Conversei com, Jaime Leibovitch, coordenador pedagógico da ONG Leia Brasil, que faz um interessante trabalho de incentivo à leitura. O objetivo da ONG é combater o analfabetismo funcional através da leitura. Jaime me contou que apesar de algumas pesquisas apresentarem resultados de aumento da leitura no país ainda estamos muito longe do ideal. E o analfabetismo funcional aumentou muito e em função do aprendizado apenas operacional da leitura. Saber ler é uma coisa, saber interpretar o que está lendo é outra.

Jaime me indicou uma pesquisa realizada no ano passado pelo Ibope e encomendada pelo Instituto Pró-Livro. A pesquisa revela que o índice médio de leitura aumentou entre os brasileiros com mais de 15 anos e com pelo menos 3 anos de escolaridade. O Brasil contava com 26 milhões de leitores e hoje com 66 milhões. Mais este número ainda é muito baixo, segundo a mesma pesquisa a média de leitura entre a população é de 4,7 livros por ano. Em alguns países desenvolvidos esse índice chega 12 livros por ano.

O desafio do Brasil ainda é incluir no mundo dos livros 45% da população brasileira. Há pessoas trabalhando para isso como a ong Leia Brasil, o Instituto Pró- livro e outros com certeza.

Para quem abraçou a idéia de 50 livros em 1 ano, parabéns! É assim que vamos mudar essa realidade, e consolidar a leitura como forma de aperfeiçoamento, fonte de relacionamento e uma diversão como disse Rubem Alves: “…Um livro é um brinquedo feito com letras. Ler é brincar…”

Texto publicado originalmente no Blog Tecnologia e Mobilização Social em 20 de fevereiro de 2009.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário